E-commerce de moda: as melhores dicas para seu negócio

Canal de Vendas Abr 21, 2021

O e-commerce de moda é um dos segmentos mais aquecidos do mercado digital e está na lista do que as pessoas mais compram online.

Para ser mais preciso, lojas virtuais de moda e acessórios estão em terceiro lugar no ranking de volume de pedidos nos e-commerces brasileiros e em primeiro entre os segmentos mais pesquisados e visitados online.

Com o fechamento do varejo devido ao isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, o número de lojas virtuais de moda aumentou.

Uma pesquisa publicada em junho de 2020 pela consultoria Conversion apontou um crescimento de 95,27% no segmento de moda no Brasil.

Apesar do aquecimento do setor, investir no e-commerce de moda é um movimento que deve ser pensado estrategicamente.

A experiência de compra de roupas no ambiente virtual é bastante diferente de comprar fisicamente e esses pontos precisam ser levados em consideração.

Quer investir no setor e conseguir bons resultados? Continue lendo e aprenda as melhores dicas para investir no e-commerce de moda.

Como montar um e-commerce de moda: 5 dicas

Todos os tipos de e-commerce se destacaram de alguma forma durante a pandemia e a tendência é que o mercado digital continue em alta daqui para frente.

Mesmo com um cenário positivo, com clientes buscando online o que não podem comprar fisicamente como antes, é importante investir na gestão do negócio.

Então além de dicas práticas para vender mais no e-commerce de moda, vamos falar também da importância da adaptação do negócio ao modelo digital. Continue lendo e confira!

1. Adapte seu negócio ao meio digital

Quando a pandemia forçou o fechamento do comércio em todas as partes do mundo, muitos donos de negócio foram pegos de surpresa.

Havia a falta de experiência com vendas online, com formas de pagamento, envio de produtos e tudo que envolve a logística para e-commerce.

Se foi assim que você começou a vender na internet, talvez já tenha se adaptado, mas é importante passar um pente fino nas suas operações.

Já que a tendência é não abandonar esse modelo de vendas, seu negócio precisa estar com os processos 100% adaptados. Reavalie pontos como:

Esses são os principais pontos para montar um e-commerce de moda e proporcionar uma experiência de compra satisfatória para o cliente.

2. Escolha um público para focar as vendas

Na hora de vender, a maioria das pessoas acha que oferecer de tudo para o cliente é a melhor opção. Mas já imaginou o custo para comprar, manter e gerenciar um estoque tão variado?

Por isso, a melhor decisão para a gestão do seu negócio é ter um foco nas vendas.

Por exemplo: você tem um e-commerce de roupas femininas e acessórios artesanais.

Seu público-alvo principal é bastante amplo, mas na parte de acessórios você pega um nicho de pessoas que curtem peças produzidas de forma artesanal.

Esse tipo de peça é mais exclusivo, do tipo que é raro encontrar outra pessoa usando uma igual.

Com essa definição em mente, você pode criar estratégias para seus dois segmentos de público principal, estudando quais são suas principais necessidades, o que eles valorizam, as melhores formas de mostrar os produtos nas redes sociais, etc.

3. Fique de olho nas tendências do segmento

Em segmentos concorridos como o e-commerce de moda, o comportamento do público é essencial também para apontar tendências a serem exploradas no marketing de conteúdo.

A pesquisa ‘O que as pessoas compram online’, uma parceria do Mercado Pago com o SemRush, compilou as principais palavras-chave pesquisadas para produtos nos segmentos de moda. São elas:

  • troca grátis;
  • sem juros;
  • entrega rápida;
  • melhores marcas;
  • últimos lançamentos;
  • tipos de calçados;
  • reembolso devoluções.

Esses termos apontam para algumas ações estratégicas como planejar lançamentos por coleções, investir em uma boa curadoria de marcas, ter um serviço de envio eficiente com troca grátis, oferecer boas condições de pagamento.

Toda essa logística tem um custo, então antes de oferecer tudo, faça um planejamento, financeiro, inclusive, e comece pelos mais acessíveis e evolua conforme tiver investimento disponível.

4. Incentive os clientes a avaliarem os produtos

Antes de comprar, as pessoas pesquisam a opinião de quem já fez a mesma compra para analisar prós e contras da experiência de terceiros e alinhar suas expectativas.

No e-commerce de moda esse detalhe é ainda mais importante, pois a opinião dos clientes sobre a cor, caimento, as medidas da peça são um feedback importante não só para outros clientes, mas para a própria loja.

Se o cliente puder deixar fotos, a avaliação fica ainda mais completa.

Incentive seus clientes a avaliarem os pedidos, configurando e-mails depois de alguns dias de a compra ser entregue. Para dar um incentivo, ofereça algum benefício extra para um novo pedido.

Essa configuração do e-mail pode ser feita na sua plataforma de e-commerce. Muitas oferecem essa funcionalidade.

5. Invista nos carrinhos abandonados

Analisar a quantidade de carrinhos abandonados no seu e-commerce de moda é importante para entender o que está impedindo o cliente de finalizar a compra.

Essa parcela de clientes que não fechou uma compra é um pedaço do seu público com o qual você tem mais chance de fechar vendas.

Ofereça descontos para a conclusão da compra nas próximas X horas, frete grátis, desconto em outros produtos para aumentar o ticket médio do pedido ou outro benefício para que o cliente finalize a compra.

As palavras-chave do tópico #3 podem ajudá-lo a planejar como serão as campanhas para carrinhos abandonadas e a estruturá-las de forma vantajosa para você e para o cliente.

Gostou das dicas para e-commerce de moda?

Criar ou manter um negócio em tempos de crise é desafiador. Em segmentos aquecidos como o e-commerce de moda, os empreendedores devem se organizar e gerenciar os investimentos para apostar nas ações certas.

Já tem planos e ações nas quais deseja investir, mas precisa de um apoio financeiro para começar?

A GYRA+ te ajuda a conseguir um empréstimo online em até 72 horas. Acesse o site e nossa equipe vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, Conta Azul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores.

Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.