Vendas online: como fazer + 6 passos para começar!

E-commerce 21 de Mai de 2021

Quer começar a trabalhar com vendas online, mas não sabe como fazer?

Neste post, você vai encontrar um guia com os principais passos para montar seu negócio e dicas para começar a trabalhar com vendas online.

Segundo o levantamento da PayPal Brasil e da BigData Corp divulgado em agosto de 2020, existem atualmente 1,3 milhão de lojas virtuais no Brasil.

Esse total representa um crescimento de 40,7% no setor de e-commerce brasileiro, na comparação com 2019. O aumento tão significativo foi motivado pela pandemia do novo coronavírus e o isolamento social necessário para conter o avanço do vírus.

Com as pessoas fora da rua, os negócios foram forçados a digitalizar suas operações para manter a continuidade das vendas.

A maior parte das empresas (88,7%) que passaram a trabalhar com vendas online são de pequenos negócios e 52,6% dos empreendedores digitais não têm funcionários.

Outro dado interessante da pesquisa sobre o mercado de e-commerce nacional é a média de preço dos produtos: 76,6% das lojas virtuais vendem itens de até R$ 100 e apenas 10,7% vendem produtos acima de R$1 mil.

O faturamento de 48% dos negócios virtuais chega até R$ 250 mil por ano.

Conhecendo um pouco mais do cenário do comércio virtual no país, dá para ver que esse campo pode ser rentável, mas precisa de estratégia para ter sucesso.

Neste post, você vai aprender os seguintes pontos sobre como fazer vendas online:

  • O que são vendas online?;
  • Como fazer vendas online: passo a passo com dicas para começar.

Continue a leitura e prepare-se com as nossas dicas para trabalhar com vendas online!

O que são vendas online?

As vendas online são as compras realizadas pela internet através de sites, marketplaces e aplicativos de marcas de e-commerce.

Com a ampliação do acesso a internet, melhoria nos serviços oferecidos e o boom dos smartphones, comprar produtos online tornou-se algo acessível e comum para os consumidores.

Para digitalizar um negócio ou começar uma loja virtual do zero, é necessário ter uma plataforma para anunciar os produtos, um meio de pagamento seguro para receber pelos pedidos e estrutura logística para envio dos produtos.

Além disso, é necessário formalizar o negócio para poder emitir nota fiscal, ter um controle de estoque eficiente e pessoas para gerenciar toda essa estrutura.

Fazer vendas online é uma opção de venda que facilita o contato das pessoas com os itens que elas desejam comprar. Se o seu negócio for capaz de atender essa demanda com eficiência, você terá sucesso.

Mas como fazer vendas online? Por onde começar? Continue lendo e comece a se planejar!

Como fazer vendas online: passo a passo com dicas para começar

Quando de trata de como fazer vendas online existem alguns cenários possíveis:

- já ter uma loja física e abrir uma loja virtual como segundo canal de vendas;

- começar do zero um tipo de e-commerce para fazer apenas vendas online.

Dependendo do seu ponto de partida, você terá uma base de informações, mas vale a pena reavaliá-las tendo em mente o comportamento de compra do consumidor virtual.

Esse processo vai requerer planejamento, estudo de mercado e investimento de tempo, dinheiro e conhecimento para estruturar um negócio com real potencial de sucesso.

Está preparado? Então, siga o passo a passo abaixo de como fazer vendas online:

1. Escolha como fazer as vendas online

Existem muitas maneiras de começar a fazer vendas online. A escolha vai depender da sua possibilidade de investimento no momento que você está começando.

Os principais canais de vendas que você pode usar para fazer vendas online são:

Criar um site próprio logo de cara não é uma opção para muitos empreendedores que querem trabalhar com vendas online.

O recomendado é usar um canal de vendas gratuito e seguro. Então, as opções mais escolhidas são os marketplaces brasileiros que oferecem uma boa visibilidade para começar as vendas.

As redes sociais também são ótimos canais, mas requerem atenção especial em relação a forma de pagamento para não levar calotes.

Dessa forma, você consegue testar suas operações online e analisar se vai dar certo, sem gastar uma quantidade de dinheiro que muitas vezes você nem tem.

Então, o primeiro passo de como fazer vendas online é saber qual a capacidade de investimento inicial e escolher um canal de venda para começar.

2. Crie um planejamento de vendas online

Mesmo que o seu negócio já exista no varejo físico, a estratégia de vendas digital é diferente.

A concorrência na internet é muito maior e você precisa alinhar suas expectativas e conhecer as características do seu nicho de vendas na internet.

Abra um documento no computador e analise os seguintes pontos:

- Quais são suas metas com as vendas online? Faça uma projeção de faturamento e total de itens vendidos para os três e seis primeiros meses de venda. Pesquise as lojas virtuais que são case de sucesso na sua área para ter uma ideia do potencial do mercado. Criar essas metas iniciais vai orientá-lo nos negócios.

- Defina uma margem de lucro para suas vendas? O cálculo não é complexo e vai servir para ter uma dimensão do quanto vão custar suas vendas online. Pegue o valor de compra do produto + o de envio e subtraia pelo valor de venda (quanto o cliente vai pagar). Essa será sua margem de lucro ideal. Aqui, cabe uma pesquisa para analisar os valores cobrados por outras lojas virtuais.

- Descubra quem são seus concorrentes. Aqui você mata dois coelhos de uma vez. Enquanto pesquisa preços já pode anotar quem são seus concorrentes diretos. Repare nos posicionamentos de mercado de cada um, o que eles anunciam como diferencial, com que marcas trabalham, cartela de produtos, tipos de ações de vendas mais frequentes, etc.

- Pesquise sobre o comportamento do consumidor online. O mercado digital abre um mundo de possibilidades que influenciam os hábitos do consumidor. Entenda o que eles buscam: preço baixo? agilidade de entrega? frete grátis? variedade de modelos? Esses detalhes serão essenciais para você planejar seu controle de estoque e sua estratégia de vendas para atender essas demandas.

- Conheça seu público-alvo. Faça uma descrição do seu perfil de público e descreva detalhes como faixa etária, escolaridade, principais desejos, motivações para comprar, etc. Esses detalhes estão ligados diretamente ao que você vende e falaremos mais sobre isso no tópico seguinte.

- Como será a divulgação do seu negócio? É importante pensar quais serão os canais de divulgação da empresa. Vai usar as redes sociais e anúncios pagos para divulgar as ações de abertura? Vai fazer parcerias com influenciadores ou lojas de um segmento complementar? Conhecer o perfil do seu público-alvo ajuda a definir quais serão os melhores canais de divulgação.

3. Determine seu nicho de vendas

A variedade de nichos de vendas online abre muitas possibilidades para iniciar um negócio na internet.

Na dúvida de qual deles explorar, pense no seu conhecimento sobre áreas de produtos com as quais você gostaria de trabalhar e sua experiência como consumidor.

Mas não se limite ao seu ponto de vista. Use ferramentas para pesquisar o que os consumidores de forma geral estão pesquisando sobre os nichos de negócio em potencial para você.

O Google Trends é uma ferramenta simples de usar que ajuda a ver as tendências de pesquisa online para palavras-chave específicas. Esses dados dão um bom panorama do interesse dos clientes e o que eles buscam especificamente.

Com os produtos que você gostaria de vender em mente, é importante saber também onde você pode adquirir esses produtos.

Aqui começa outra pesquisa importante que é encontrar fornecedores confiáveis, com bons prazos de pagamento e que possam oferecer a variedade que você precisa.

Neste ponto, também surge a opção de fazer Dropshipping, ou seja, vender sem comprar um estoque, negociando com o fornecedor depois de fechar a venda, delegando a ele também a logística de entrega.

Entenda neste outro post do blog: O que é Dropshipping e como funciona essa técnica de vendas?

Definindo o que você vai vender e de quem você irá comprar, é importante garantir que será possível divulgar os produtos com qualidade.

Pense que os clientes não poderão pegar a mercadoria, então os produtos precisam ter:

  • imagens em alta qualidade (de diversos ângulos, de preferência);
  • descrição detalhada das características principais que o consumidor vai querer saber.

Lembra da pesquisa no Google Trends? Use as palavras-chave que os próprios usuários pesquisam para criar descrições interessantes e associadas ao contexto de uso.

Dessa forma, você consegue melhorar o seu posicionamento nas buscas e evita as descrições engessadas do fabricante.

Essa é uma das técnicas de SEO para vendas online. Aprenda mais no post: SEO no e-commerce: como lojas online podem gerar + tráfego.

4. Planeje a logística de vendas online

Outro ponto importante de como fazer vendas online é criar uma estrutura logística eficiente.

A logística envolve o pagamento, a separação, embalo e despacho do produto vendido para o meio que vai transportá-lo até o cliente.

Tudo isso precisa ser feito com o máximo de segurança e cuidado para oferecer uma experiência de compra positiva.

Para definir cada detalhe da logística de vendas online, você vai precisar de:

- Forma de pagamento segura: as plataformas de e-commerce oferecem diversas opções de integração com intermediadores de pagamento como o Pagseguro, por exemplo. Já os marketplaces têm gateways de pagamento próprios como o Mercado Pago do Mercado Livre. Avalie as taxas cobradas por cada um e configure a melhor opção na sua loja virtual.

- Sistema de emissão de nota fiscal: todas as vendas online precisam ser enviadas com a nota fiscal anexada à embalagem do produto. Isso comprova que o vendedor virtual é formalizado e que seu negócio recolhe todos os impostos obrigatórios dessa atividade comercial. Para isso, você vai precisar de um certificado digital.

Saiba mais no post: Emissão de nota fiscal em e-commerce: você faz corretamente?

- Opções de envio dos produtos: a opção mais buscada é os Correios e para garantir a segurança das mercadorias, vale a pena estudar a possibilidade fazer um contrato com os Correios. Mas também existe a opção de utilizar o serviço de uma transportadora. Avalie também os custos para escolher a melhor opção.

- Segurança: o seu sistema de vendas deve possuir todos os protocolos para garantir a segurança dos dados informados pelo cliente, além da própria estrutura do site. Leia avaliações dos clientes de plataformas de e-commerce e meios de pagamento e saiba o que cada um oferece nesse quesito.

5. Crie um padrão de atendimento ao cliente

Toda loja virtual deve ter um serviço de atendimento ao cliente. Isso envolve criar os canais de atendimento que podem ser um e-mail, telefone ou WhatsApp Business.

Além de criar os canais, tenha um responsável por responder às demandas dos clientes. Tem um sócio? Então, divida as funções. É vendedor virtual sozinho? Crie o número de canais que você consiga efetivamente gerenciar e responder.

Seu cliente precisa contar com uma forma de contactar a empresa se qualquer problema acontecer, mas também para tirar uma dúvida ou fazer uma sugestão.

Seja agradável com todas e não deixe pessoas sem resposta, pois ela pode ir direto para o concorrente, se ele respondê-la mais rápido.

OBS: nos marketplaces existem ferramentas nativas do sistema que permitem que os usuários façam perguntas antes de comprar. Então, se usar esse canal de vendas, fique atento. Outras mensagens posteriores a compra também são gerenciadas dentro da plataforma, facilitando as respostas.

6. Comece o marketing da sua loja

Agora que você já tem uma estrutura organizada e bem planejada para fazer vendas online é hora de começar o marketing do seu negócio.

Para dar o pontapé inicial, crie perfis nas redes sociais onde seu público-alvo em potencial se concentra.

Se seu negócio estiver começando do zero, fazer parceria com o negócio de um amigo ou conhecido que seja complementar ao seu também ajuda a ganhar seguidores.

Para fortalecer esses canais aposte no marketing de conteúdo para e-commerce. Use as fotos, vídeos e os textos que você criou para os produtos nas legendas das postagens.

Explore as ferramentas nativas das redes sociais para chamar a atenção e aumentar o alcance das suas publicações.

Existe também a opção de fazer anúncios pagos nas redes sociais. O investimento pode entrar como parte da estratégia de lançamento do negócio e depois em outras ações promocionais que você precisa de alcance.

Quando seu negócio crescer e você tiver uma base de clientes, comece a fazer e-mail marketing e crie estratégias de vendas com benefícios exclusivos para seus clientes.

Confira mais dicas de vendas online no vídeo abaixo:

Pronto para fazer muitas vendas online?

Começar um negócio na internet é fácil, mas para dar certo e obter resultados é preciso investir no planejamento, conhecer seu mercado e fazer investimentos nas áreas-chave.

Então, além do tempo para organizar cada detalhe, será necessário investir dinheiro e nem sempre a quantia está disponível na conta, não é mesmo?

Mas não existe motivo para desânimo! A GYRA+ te ajuda a conseguir um empréstimo online em até 72 horas. Acesse o site e nossa equipe vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, Conta Azul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores.

Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.