Marketing digital para e-commerce: 11 estratégias INFALÍVEIS

E-commerce Fev 01, 2019

O leque de estratégias de marketing digital para e-commerce é bastante amplo. Cada ação possui um prazo e um objetivo. Entretanto, como tempo é dinheiro, conhecer dicas práticas sobre o que fazer para começar a vender mais em um curto prazo, é o sonho de todo empreendedor.

Então anota aí as ações de marketing digital para e-commerce que você precisa conhecer:

  1. Crie ações de atração, nutrição e conversão
  2. Otimize seu site para mobile
  3. Otimize suas páginas de produtos
  4. Invista em anúncios patrocinados
  5. Introduza o marketing de conteúdo
  6. Crie uma estratégia de e-mail eficiente
  7. Tenha um calendário de campanhas
  8. Aproxime os clientes da sua marca
  9. Inclua o Social commerce
  10. Aposte no marketing de afiliados
  11. Use o remarketing para recuperar carrinhos abandonados

Como você pode observar elas são um mix de ações para divulgar sua loja virtual que vão te ajudar a começar a vender a curto, médio e longo prazo.

Mas, como aplicar cada uma delas? É exatamente sobre isso que se trata este artigo.

Leia também: Ferramentas de e-commerce para ajudar nas vendas e conversões

Marketing digital para e-commerce: 11 estratégias que vão te ajudar a vender mais

1. Crie ações de atração, nutrição e conversão

Para vender mais você vai precisar atingir seus potenciais clientes em diferentes estágios da jornada de compra. Somente assim, quando ele estiver pronto para comprar, sentirá confiança na sua empresa.

É por isso que você deve investir em ações de:

  • atração;
  • nutrição;
  • conversão.

Cada uma delas vai agir de maneira estratégica para levar seus clientes por todas as etapas do funil de vendas: da conscientização ao interesse, do desejo à ação.

As etapas do funil de vendas.

2. Otimize seu site para mobile

Até 2021, mais da metade de todas as compras online devem acontecer em dispositivos móveis, segundo a Statista.

Otimizar sua loja para dispositivos mobile significa que você tem mais chances de aproveitar uma fatia de todo o faturamento esperado.

Ofereça uma experiência positiva de compra para o cliente, afinal, ele pode “chegar” à sua loja por diversos caminhos. Desde usar o navegador do celular até clicar em seu anúncio no Instagram e ser direcionado para a página de produtos. Por isso, toda a sua comunicação deve ser responsiva.

Você não quer que o usuário não faça uma compra porque não consegue ver as fotos dos produtos nem clicar em comprar, correto? Converse com o desenvolvedor do seu e-commerce e resolva essa questão.

3. Otimize suas páginas de produtos

Já que o assunto é otimização é importante lembrar que não basta  uma página “abrir” no smartphone de um usuário para considerá-la otimizada para vendas.

A otimização da taxa de conversão (CRO) do e-commerce passa pela otimização da página do produto.

Priorize o CRO e identifique áreas problemáticas em seu site.

  • Onde você está perdendo vendas?
  • O que você pode fazer para capturar essas oportunidades perdidas?

Que tal conhecer um case nessa área? Assista ao vídeo abaixo.

4. Invista em anúncios patrocinados

Já que tocamos no assunto, entre as ações mais importantes de marketing digital para e-commerce está a compra de links patrocinados, também chamados de anúncios pagos.

Entre as plataformas mais usadas para essa estratégia estão:

  • Rede de pesquisa e Display do Google;
  • Google Shopping;
  • Facebook Ads;
  • Instagram Ads;
  • LinkedIn Ads;
  • Youtube Ads, entre outros.

Entenda como criar uma estratégia de anúncio pagos para e-commerce no vídeo abaixo.

5. Invista no marketing de conteúdo

Além de pagar para ocupar um lugar de destaque e atrair a atenção de seus potenciais clientes por meio de anúncios, você também deve considerar buscar um lugar ao sol nos acessos orgânicos em sua página.

Todo e-commerce deve considerar ter um blog atualizado para se conectar com os clientes e ocupar melhores posições nos mecanismos de busca, por meio de uma estratégia de SEO.

Criar conteúdo é uma das formas de conseguir clientes na internet de maneira orgânica, ou seja, sem pagar para isso.

Além do blog você também pode usar outros canais para produzir conteúdo relevante para suas personas em cada uma das etapas do funil de vendas. Entre suas principais opções estão:

  • podcast;
  • guest post;
  • webinars;
  • infográficos;
  • vídeos;
  • perfis nas redes sociais e mais.

6. Crie uma estratégia de e-mail eficiente

O e-mail marketing é um dos canais mais eficazes à sua disposição para nutrir leads e ampliar a taxa de conversão do negócio.

Com uma estratégia de e-mail marketing você leva a mensagem da sua empresa até a caixa de entrada de seus contatos.

Cerca de 17% do gasto com marketing digital no mundo acontece no e-mail e ele contribui com 24% da receita das empresas.

Para começar com a estratégia de e-mail marketing você deve criar uma estratégia constante de captura de leads. Para isso, é recomendado investir em ações de marketing digital para e-commerce como:

  • anúncios pagos com o objetivo de captação de contatos;
  • criação e divulgação de conteúdo rico e relevante por meio de landing page;
  • formulários de opt-in e opt-out no site e blog;
  • CTAs no final de cada post do blog para recebimento de material rico em troca de e-mail e mais.

Obviamente, não é suficiente simplesmente capturar vários endereços de e-mail. Você precisa enviar e-mails regulares e valiosos para seus leads.

Alguns exemplos de quando enviar e-mail marketing para seus leads são:

  • envie um e-mail de boas-vindas assim que o cliente fizer uma compra ou se cadastrar;
  • forneça códigos promocionais exclusivos e brindes;
  • envie regularmente informações variadas e relevantes para alertar os leads sobre novas ofertas de descontos, dicas de produtos e, quando apropriado, notícias da empresa;
  • compartilhe conteúdo relevante para ajudar os clientes em cada uma das suas necessidades, desejos e problemas;
  • faça campanhas e aproveite datas como Natal, Dia dos Namorados, Dia do Amigo, Dia das Mães e dos Pais e mais;
  • solicite feedback. Se alguém visitar seu site, mas não fizer uma compra, pergunte sobre a experiência dele e como você pode melhorar, e mais.

Aprofunde seu conhecimento sobre essa estratégia tão relevante no artigo; Email marketing para e-commerce: 6 estratégias para vender mais e sempre!”.

7. Tenha um calendário de campanhas

Todo começo de ano é o momento ideal para planejar um calendário de campanhas. Essa estratégia marketing digital para e-commerce dá um panorama geral das melhores oportunidades de venda que você pode aproveitar.

Pegue um calendário e inclua mês a mês oportunidades para trabalhar as vendas como:

  • datas comemorativas relevantes gerais (dia das mães, dias dos pais, dia dos namorados, dia das crianças, natal, black friday, entre outras);
  • épocas de queima de estoque para fazer reposição;
  • campanhas personalizadas que independem de datas.

Muitos empreendedores se perdem e não conseguem oferecer vantagens para seu público-alvo, porque não se planejam.

Tendo uma visão clara das possibilidades que o ano pode trazer fica mais fácil programar ações e obter resultados a partir delas.

Não caia na cilada de seguir o fluxo e fazer o que todo mundo faz. Planeje com antecedência para colocar no mercado ações inovadoras que vão aumentar as visitas no seu site.

8. Aproxime os clientes da sua marca

Não são só os influenciadores digitais que têm a capacidade de influenciar as pessoas. Os clientes comuns da sua loja virtual tem tanto ou mais poder de influência na decisão de outros possíveis clientes.

Por isso, outra tática de marketing digital para e-commerce infalível é humanizar sua marca. Use seus clientes para endossar seus produtos e mostrar suas qualidades como:

  • Incentive que eles mandem/postem fotos ou vídeos usando o produto e marcando a sua loja;
  • Crie uma seção para os clientes avaliarem os produtos;
  • Use dicas dos clientes como conteúdo nas redes sociais e marque sua ‘@’;
  • Tire todas as dúvidas, mantendo uma linguagem profissional, mas próxima do cliente, entre outros.

Use essas informações para criar destaques na sua loja virtual como "Escolha mais popular" ou “Outras pessoas também compraram” nas páginas dos produtos.

Essas ações vão se tornar um banco de informações credível que vai do seu site até as redes sociais, onde um possível cliente vai tirar dúvidas e ver como o produto/serviço é na prática. O que vai influenciar diretamente sua decisão de compra.

9. Inclua o Social commerce

O Social commerce ou comércio social é outra estratégia de marketing digital para e-commerce muito atual e que vai ajudar a gerar tráfego e mais vendas.

Essa ferramenta nada mais é do que usar os recursos das próprias redes sociais para divulgar os seus produtos.

O Instagram Shopping é a principal ferramenta, mas também existe a aba ‘Lojas’ do Facebook e o Pinterest Shopping.

Exemplo de marcação de um produto no Instagram.

O objetivo é aproveitar o engajamento do público com as redes sociais para divulgar e facilitar o acesso aos seus produtos.

Para acertar nessa estratégia algumas dicas são:

  • selecione os produtos que você vai levar para as redes sociais. Não precisa ser todo seu portfólio;
  • alterne os posts de produto com posts de conteúdo com dicas para os seguidores relacionarem as publicações;
  • use chamadas para ação (CTA) para destacar que o link para a página do produto está marcado na foto (no caso do Instagram), na legenda (no Facebook) ou na foto (no Pinterest) e incentivar o clique;.
  • use a publicação Carrossel no Instagram para mostrar várias fotos do produto (vale para roupas, acessórios, eletrônicos, etc)
  • crie postagens em vídeo para atrair ainda mais a atenção do usuário no feed.

Leia também: Como fazer um plano de marketing para e-commerce em 5 passos.

10. Aposte no marketing de afiliados

O marketing de afiliados é uma marketing digital para e-commerce que consiste em pagar uma comissão para pessoas que anunciam seu site ou um produto específico.

Funciona da seguinte forma: a pessoa que vai divulgar recebe um link personalizado e rastreável para o seu site (geralmente uma página específica). Quando uma compra é efetuada a partir deste link, a pessoa recebe uma comissão.

O segredo para a estratégia dar certo é encontrar pessoas relevantes (não necessariamente influenciadores, mas esses também) que possam gerar vendas.

Por exemplo, você vende peças para manutenção de computadores. Um técnico de informática pode indicar sua loja para os clientes dele e ambos saem ganhando.

Algumas plataformas de e-commerce vem com essa ferramenta inclusa no sistema, mas existem outras ferramentas como Lomadee e Awin que ajudam a gerar links afiliados.

11. Use o remarketing para recuperar carrinhos abandonados

O carrinho abandonado é uma realidade que todo dono de loja virtual enfrenta. São chamadas assim as compras que são abandonadas antes da finalização do processo de checkout.

De acordo com a Fresh Relevance, 56.82% dos carrinhos são abandonados em média. Mas como fazer a recuperação de carrinho abandonado?

O remarketing é a principal estratégia de marketing digital para e-commerce usada para esse objetivo.

Nesse caso, sua função é direcionar anúncios para o público específico de pessoas que abandonaram o carrinho.

Uma ferramenta que ajuda a fazer esse trabalho é o Facebook Ads com a ajuda do Pixel do Facebook, mas você também pode incluir o remarketing na sua estratégia de e-mail do item #6.

30% dos usuários afirmaram ter uma reação positiva ou muito positiva com os anúncios de remarketing, dados do eMarketer. Então aproveite essa oportunidade para converter!

Siga em frente com sua própria loja online

Agora você tem uma lista de táticas de marketing digital para e-commerce para ajudar a gerar mais tráfego e aumentar as vendas online.

Para mais estratégias de marketing, confira o post “Como fazer um plano de marketing para e-commerce em 5 passos”.

Se você quer investir no marketing de seu e-commerce mas está precisando de capital, a GYRA+ te ajuda a conseguir crédito para empresas rapidamente em até 72 horas.

Com nossa plataforma para financiamentos online, voltada para empreendedores digitais, você consegue seu empréstimo de maneira segura.

Acesse o site da GYRA+ e nossa equipe vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, Conta Azul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores.

Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.