Marketing de afiliados: o que é e os benefícios de vender produtos digitais

Marketing Mar 19, 2021

O marketing de afiliados é uma estratégia de vendas onde um vendedor se associa a um produtor/marca e ganha uma comissão recomendando seus produtos físicos ou digitais.

A concorrência do mercado digital exige que os empreendedores busquem estratégias de expansão de negócios inovadoras e vantajosas.

Com isso, o marketing de afiliados cresceu, ganhando muitos seguidores que ao invés de criarem um produto, escolhem investir na venda para terceiros.

Então, nesse contexto existem os criadores, a rede, os afiliados e os consumidores. Esse ciclo cria uma dinâmica vantajosa para todos os lados envolvidos.

Já pensou em investir no marketing de afiliados, mas não sabe exatamente o que é, como funciona e os benefícios?

Continue lendo e saiba tudo sobre esse tema e ainda confira dicas para começar no mercado de afiliados.

O que é marketing de afiliados?

O marketing de afiliados é uma estratégia de vendas onde a pessoa que recomenda o produto ganha uma comissão por indicá-lo.

Além de indicar o produto e vendê-lo, o afiliado pode trabalhar com outros objetivos para uma marca.

Por exemplo: incentivando os usuários a preencherem um formulário, levando tráfego para uma página específica ou outra ação personalizada pelo anunciante.

E a estratégia dá resultado: 9 em cada 10 publishers (como são chamadas as empresas ou pessoas anunciantes) afirmam que o marketing de afiliados é uma fonte de renda eficiente, gerando 20% de suas receitas anual.

O principal ativo para atrair os usuários para essas ações é o conteúdo de qualidade divulgado pelo vendedor.

Para isso, podem ser usados diversos canais de marketing como redes sociais, sites, blogs, e-mail marketing, entre outros.

Assim, desde o conhecimento até a influência são usados para convencer a audiência interessada em um produto ou infoproduto que a recomendação vale a pena.

Como funciona o marketing de afiliados?

No marketing de afiliados, os vendedores podem gerar um link personalizado nas plataformas para suas vendas.

Esses links são trackeados, ou seja, tem na estrutura da URL um código que rastreia de qual vendedor veio aquela compra ou clique.

Dessa forma, o sistema da plataforma registra a quantidade de ações realizadas a partir do link e os afiliados podem ser remunerados pelo trabalho que fizeram.

Cada plataforma de programa de afiliados tem sua política de remuneração. Entre as opções mais comuns estão o pagamento de um valor fixo ou de uma porcentagem (que pode variar de produto para produto) em cima do valor da venda.

Tipos de remuneração

Conheça os tipos de ação para obter essa “recompensa” pode ser:

Custo por clique (CPC)

Esse é um tipo comum de remuneração no marketing de afiliados. Os vendedores recebem uma comissão fixa por clique no link trakeado.

O link pode estar em formato de texto, linkado dentro de um post de blog, em um banner, na imagem de uma newsletter ou nas redes sociais.

Custo por ação (CPA)

Outra forma de remuneração comum é o CPA, onde o afiliado é remunerado se a ação desejada for realizada. Nesse caso, o usuário precisa ir além do clique.

A ação principal seria realizar uma venda, mas também pode ser preencher um formulário ou fazer o cadastro de uma amostra do produto, por exemplo.

Para esse tipo de remuneração também é definido um valor fixo pela plataforma.

Custo por mil impressões (CPM)

O custo por mil impressões, geralmente, é utilizado no formato de banner em sites ou blogs.

Nesse modelo, o afiliado recebe uma comissão a cada mil impressões no banner.

Essa opção é vantajosa em sites que têm alto tráfego e visitantes engajados na proposta e nas ferramentas e produtos existentes dentro do nicho de mercado.

Por isso, o trabalho de marketing de conteúdo precisa ser forte para atrair tráfego e aumentar as chances de impressões nos banners afiliados.

Custo por venda (CPV)

O custo por venda é outra remuneração comum no marketing de afiliados. A venda é um tipo de ação, mas que se separa em algumas plataformas do CPA.

Dessa forma, fica claro que o objetivo final é fazer com que o usuário compre efetivamente pelo link. Para isso, o afiliado precisa investir, além do conteúdo, sua credibilidade e engajamento com o público.

Afinal, trabalhar com vendas online não é tão fácil quanto parece, não é mesmo?

Benefícios do marketing de afiliados

Agora que você sabe o que é e como funciona o marketing de afiliados e as formas de remuneração, vamos explorar os benefícios desse trabalho.

Essa estratégia é vantajosa, pois ao invés de fazer a divulgação sozinho, o criador do produto/infoproduto pode ganhar um reforço para seu marketing.

O afiliado traz sua rede de contatos e une-se ao produto que sabe que pode interessar quem o acompanha nos seus canais de comunicação.

Por isso, os influenciadores digitais têm se tornado afiliados importantes de diversas marcas. Cada um atuando no seu nicho e público-alvo.

Mas não é só quem se torna figura pública na internet que pode lucrar. Se você tiver um site ou blog, pode encontrar nas plataformas empresas que possuem produtos que podem interessar sua audiência.

Ou seja, com foco e um bom planejamento, o marketing de influência pode se tornar uma fonte de renda estratégica e lucrativa.

Dicas para ser um afiliado de produtos digitais

Mas onde há vantagens, há concorrência, certo? SIM. No marketing de influência, cada vez mais pessoas estão disputando os cliques da audiência.

Temos algumas dicas para você se dar bem:

1. Escolha uma boa plataforma de afiliados

Existem várias plataformas de afiliados no Brasil que oferecem diversas opções de divulgação.

Analise se seu foco será a venda de produtos físicos, infoprodutos (cursos online, e-books, livros, etc) ou os dois para encontrar o programa que oferece as melhores oportunidades.

Alguns plataformas de afiliados conhecidas são:

2. Selecione seus canais de marketing

Tão importante quanto o que você vai vender no marketing de afiliados é como vai vender.

Para fazer a escolha mais adequada, pense no perfil do seu público-alvo. Onde ele está? Quais redes ele costuma acessar? Lê blogs? E-mail marketing?  

Dessa forma, você pode focar seu conteúdo nas mídias mais atrativas e que podem dar alcance para suas ações de afiliado.

3. Planeje a divulgação dos produtos

O marketing de conteúdo é essencial tanto para qualificar a audiência quanto para fazer com que ela decida comprar através dos seus links.

Estude as principais dúvidas sobre os produtos e produza conteúdos que destaquem benefícios, como usar, dicas e truques, imagens, vídeos, etc.

Usar técnicas para otimizar os resultados orgânicos com o conteúdo também auxilia na divulgação. Leia as dicas no post: SEO no e-commerce: 6 dicas de como atrair tráfego e gerar mais vendas?

Fonte: Viver de Blog.

Gostou de saber mais sobre marketing de afiliados?

Trabalhar com marketing de afiliados é uma opção acessível para todo mundo. Para ser bem sucedido, entretanto, é preciso planejar onde e como você vai investir seu trabalho.

Precisa de apoio financeiro para criar seu site ou blog para começar no mercado de afiliados?

A GYRA+ te ajuda a conseguir um empréstimo online em até 72 horas. Acesse o site e nossa equipe vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, Conta Azul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores.

Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.