Golpe no Pix: como proteger seu dinheiro?

Finanças 12 de Ago de 2021

As inovações tecnológicas financeiras, infelizmente, estão servindo de gancho para as armadilhas dos estelionatários. É o caso, atualmente, do golpe no Pix.

O Pix é o sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, lançado em novembro de 2020, e funciona através dos aplicativos para celular dos bancos e fintechs.

Para transferir e receber dinheiro é necessário cadastrar uma chave Pix que pode ser: número do celular, e-mail, CPF/CNPJ, chave aleatória ou QR Code.

De acordo com o Banco Central, até junho de 2021:

  • 98.466.802 milhões de pessoas estavam cadastradas no Pix;
  • 743.649.563 milhões de transações foram realizadas pelo sistema;
  • R$ 1.109 trilhão foram movimentados em transações via Pix.

Já são mais de 274.374.807 de chaves cadastradas, o que mostra a alta adesão e popularidade do Pix.

Com a chegada da novidade, outras operações como TED e DOC ficaram de lado, principalmente, porque são transações taxadas pelos bancos.

Mas como falamos na abertura do texto, o golpe no Pix tem sido um acontecimento recorrente.

Quer proteger sua conta bancária? Conheça os principais golpes e como evitar se envolver nessas situações.

Quais são os golpes do PIX?

Na maioria das vezes, os golpes no Pix envolvem o WhatsApp, mas os estelionatários também incluem mensagens via SMS e e-mail em alguns casos.

Um ponto importante sobre o Pix é que as transações são irreversíveis, uma vez que o pagamento é instantâneo.

Então, a melhor forma de se prevenir contra abordagens maliciosas é conhecendo os principais golpes da praça.

1. Golpe do Pix agendado

O primeiro golpe no Pix que vamos falar, envolve a funcionalidade de agendamento do Pix.

O esquema do golpe é o seguinte: a pessoa recebe a notificação de uma transferência de uma pessoa desconhecida.

Imediatamente, começa a receber mensagens de alguém desesperado, dizendo que a transação foi errada e pedindo o dinheiro de volta com urgência.

Se a pessoa não souber como funciona o agendamento, cai facilmente no golpe do Pix agendado. Então, saiba que isso é um golpe e que você não deve repassar nenhuma quantia.

Quando alguém agenda uma transferência via Pix, o recebedor só recebe a notificação quando o dinheiro cai na sua conta. Nunca antes.

Na dúvida, cheque seu extrato, pois as transferências recebidas sempre constam nele.

2. Clonagem de perfil no WhatsApp

Independentemente de usar WhatsApp ou WhatsApp Business, é importante ter cuidado com a clonagem de perfil. Aliás, esse é o método mais comum na praça.

Para roubar o perfil, o golpista se passa por um funcionário de telemarketing de uma empresa e pede o código de segurança do WhatsApp, alegando que é necessário para o atendimento.

Porém, com este código é possível instalar o seu perfil do WhatsApp em outro aparelho celular. A partir daí, o golpista começa a mandar mensagens para seus contatos, solicitando ajuda financeira e dando o Pix como meio de pagamento.

Esse golpe no Pix é irreversível depois de realizado, gerando prejuízos para você e seus conhecidos.

3. Falso atendimento bancário

Como o Pix é uma novidade e nem todo mundo tem facilidade com tecnologia, os golpistas aproveitam essa brecha.

O estelionatário se passa por atendente do banco da vítima, oferecendo ajuda para cadastrar a chave Pix ou alegando que é preciso fazer um teste da ferramenta para que ela seja liberada.

Assim, ele induz a vítima a fazer uma transação e pronto, golpe no Pix realizado.

IMPORTANTE: a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) esclarece que nenhuma instituição financeira entra em contato por telefone para regularizar nenhum detalhe sobre Pix nas contas dos clientes. Por isso, nunca informe seus dados pessoais ou faça qualquer tipo de transação para desconhecidos.

4. Prêmio para transferência

Outro golpe no Pix está sendo aplicado por pessoas de má fé que enviam notícias falsas em grupos, afirmando que as pessoas podem ganhar prêmios ao transferirem dinheiro para uma lista de chaves Pix.

O dinheiro, é claro, vai para as mãos dos golpistas. Então, fique atento ao que você lê e não espalhe notícias sem antes checar sua veracidade.

5. QR Code falso

O QR code é uma imagem que é lida pela câmera do celular e também funciona como forma de pagar e receber Pix.

Com a febre das lives na pandemia, os organizadores fazem QR Codes para doações e ações promocionais durante os eventos.

É essa brecha que os estelionatários investem para dar o golpe no Pix. Eles gravam a tela e trocam o QR code do evento por um QR code falso, roubando dinheiro de muitas pessoas.

Leia também: PIX para empresas: o que é, como funciona e quais as taxas?

6. WhatsApp falso

Outro golpe no Pix via WhatsApp, que é uma “evolução” do golpe #2, é o do perfil falso.

Quando a clonagem de perfis explodiu, os usuários ficaram atentos e começaram a habilitar a confirmação em duas etapas.

Esse recurso cria um número PIN de seis dígitos que é solicitado quando você tenta cadastrar o mesmo número novamente em outro aparelho.

Isso quebra o esquema de clonagem que vimos no item #2.

Mas ligados nessa medida, os golpistas estão usando números falsos para se passarem pelas pessoas, pegando fotos das redes sociais para usar no perfil falso.

Assim, eles enviam mensagens para conhecidos, falando que precisam de ajuda financeira, inventando várias desculpas.

Para não cair nesse golpe do Pix, ligue diretamente para a pessoa, não mande mensagem, pois o WhatsApp pode ter sido clonado.

Caí no golpe do Pix: o que fazer?

Infelizmente, não existe recurso para reaver o dinheiro no caso de cair em golpe no Pix.

A operação é instantânea e por ser feita mediante a senha de acesso ao aplicativo e, depois da senha para autorizar a transação, os bancos não conseguem reaver o dinheiro.

Por isso é importante ficar atento na hora de realizar transações bancárias. Confira as dicas no próximo tópico.

Aprenda ‘Como usar o Pix no Mercado Livre? Passo a passo para vender mais’, neste outro post do blog.

7 maneiras de se proteger de golpes no Pix

  1. Nunca forneça informações de segurança do seu WhatsApp (código de segurança ou PIN da confirmação em duas etapas) para estranhos;
  2. Bloqueie a imagem do seu perfil, deixando-a visível apenas para seus contatos cadastrados (isso impede a cópia da foto para o golpe do perfil falso);
  3. Nunca clique em links de mensagens enviados por e-mail, SMS ou no WhatsApp;
  4. Fique atento as informações do destinatário de suas transferências;
  5. Cadastre sua chave Pix apenas nos canais oficiais dos bancos;
  6. Bancos não entram em contato por telefone ou e-mail para tratar de Pix e outros serviços. Procure pessoalmente o banco ou telefone nos números oficiais;
  7. Aprenda a usar o Pix, pedindo ajuda para pessoas de confiança. Assim, você aprende a tomar todos os cuidados.

Aprenda também como se livrar de outros golpes no vídeo abaixo:

Fique atento aos golpes no Pix!

Quando se trata de dinheiro, todo cuidado é pouco. Esses golpes podem afetar a conta da sua empresa e colocar o seu negócio em risco.

Por isso, redobre a atenção, siga as dicas de segurança e aproveite as vantagens do Pix no e-commerce para vender com mais agilidade.

E quando o assunto é segurança, a GYRA+ te ajuda a conseguir empréstimo online em até 72 horas. Acesse o site e nossa equipe vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, Conta Azul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores. Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.