Estratégia de remarketing: 5 dicas para seu e-commerce

Marketing 12 de Out de 2021

Quer melhorar a taxa de conversão do seu e-commerce? Criar uma estratégia de remarketing pode ser um bom caminho para conquistar aqueles clientes que conheceram sua loja virtual, mas não fecharam uma compra ou estão a muito tempo sem comprar.

De fato, nem sempre uma pessoa que navega por um site vai obrigatoriamente terminar fechando um pedido.

A experiência de navegação, ter o produto da marca desejada ou até uma experiência ruim durante o checkout de pagamento são detalhes que influenciam.

Só que um não em um primeiro contato não significa que aquele usuário nunca mais voltará ao seu site.

É nesse momento que entender o que é e como fazer uma estratégia de remarketing vai fazer a diferença. Continue a leitura e aprenda dicas certeiras para colocá-la em prática e converter mais clientes.

O que é remarketing?

O remarketing é uma tática de marketing que tem como objetivo atrair novamente clientes em potencial que já demonstraram interesse pelo seu produto ou serviço.

Essa estratégia faz parte do ciclo de nutrição de leads que alimenta o funil de vendas do e-commerce.

Quando um usuário demonstra interesse por uma oferta, por exemplo, clicando em um anúncio no Instagram ou preenche um formulário para baixar um guia sobre um produto, significa que ele se interessou.

Então, se ele for nutrido corretamente por outros conteúdos e ofertas que lhe interessam, ele pode avançar e chegar mais perto de fechar uma compra.

Mas quando o lead para de responder às interações ou desiste da compra no meio do caminho, ele se torna alvo para uma futura ação de remarketing.

Assista ao vídeo abaixo e aprenda como definir uma estratégia de remarketing para o seu tipo de negócio:

Por que o remarketing é importante para as vendas?

O principal objetivo da estratégia de remarketing é aumentar o número de vendas fechadas.

E o desafio é grande. De acordo com o Experian Hitwise, a taxa média de conversão do e-commerce brasileiro é de apenas 1,65%.

Ou seja, raramente o usuário fecha logo com a primeira opção que encontra. Dessa forma, é importante ter uma estratégia de marketing consistente para manter os prospects engajados.

E mais: manter a marca viva na lembrança para que o remarketing dê certo no futuro.

Então, não se trata apenas de um estímulo à compra, a estratégia também inclui analisar e escolher as abordagens adequadas para cada perfil ou grupo de clientes.

5 dicas de estratégia de remarketing para seu e-commerce

Agora que você já sabe o que é e a importância de fazer remarketing, vamos ver algumas estratégias na prática para alcançar esse objetivo.

1. Segmente os visitantes do seu site

Um dos pontos de partida de uma estratégia de remarketing é a segmentação dos visitantes.

Essa é uma tarefa básica porque o objetivo principal é alcançar quem já visitou seu site antes e incluí-los na lista de remarketing.

É possível criar mais de uma lista de segmentação seguindo características e interesses específicos, de acordo com seu portfólio de produtos.

2. Aposte nos usuários que abandonaram o carrinho

Um carrinho abandonado não é o fim da linha para um potencial cliente. Na verdade, pesquisas apontam para o fato de que muitos donos de carrinhos não finalizados pretendem voltar para fechar seu pedido.

Por isso, esse segmento de público pode fazer parte de uma estratégia de e-mail marketing para receber um incentivo para fechar sua compra como frete grátis, um brinde, bônus em uma próxima compra, etc.

Como essa segmentação inclui usuários com diferentes preferências de compra, você pode planejar algo que beneficie a todos ou, se preferir, pode personalizar ofertas de acordo com o perfil do usuário.

3. Use o upsell e vendas cruzadas

O upsell e a venda cruzada também podem ser usados como estratégia de remarketing.

De acordo com o que o cliente comprou no último pedido ou abandonou no carrinho, você pode oferecer frete grátis, por exemplo, se ele levar um produto sugerido da mesma categoria só que de valor maior. Essa tática é chamada de upsell.

Já o cross sell ou vendas cruzadas é uma tática cujo objetivo é sugerir itens para complementar o pedido.

Então se o cliente comprou ou vai comprar um celular, você pode sugerir um cabo de carregamento de 2 metros + um power bank para complementar a compra.

Essas estratégias valem tanto para o momento da compra quanto como estratégia de remarketing para aumentar o ticket médio dos pedidos.

4. Planeje campanhas de longo prazo

Dependendo do tipo de produto ou serviço, uma campanha de remarketing logo depois que o cliente comprou e desistiu do pedido pode não ser eficiente.

Então, inclua na estratégia de remarketing campanhas de longo prazo que podem ser programadas para entrar em ação depois de X dias.

Nesse caso, a melhor forma de executar esse tipo de campanha é usando uma ferramenta de automação de marketing. Você pode planejar campanhas para 30 dias e outra para 90 dias depois da última interação do cliente.

5. Invista nos canais que dão mais retorno

Uma campanha de remarketing precisa ser bem planejada para que realmente dê resultados.

Então avalie o desempenho do e-mail, das redes sociais, do Google Ads e de outros canais que você utiliza no marketing do seu negócio.

Analisando os resultados, você pode focar nas estratégias de venda nos canais com melhor taxa de conversão.

Como colocar o remarketing em prática?

Para colocar as estratégias de remarketing em prática, primeiro, recomendamos que você tenha ferramentas de análise de desempenho do seu site.

A mais comum e valiosa é o Google Analytics que faz uma leitura bem completa sobre acessos em geral, páginas mais visitadas, tempo de permanência na página, etc.

Com esses dados, você pode começar a usar o Google Ads para criar campanhas de remarketing em diversos formatos que a ferramenta permite.

Já nas redes sociais, o Facebook Ads, por meio de um Pixel próprio instalado no site, ajuda a segmentar e criar campanhas de remarketing para diferentes perfis de público tanto no Facebook quanto no Instagram.

Aumente suas vendas com remarketing

Se você ainda não investe em estratégias de remarketing é hora de começar.

Caso seu orçamento para investir esteja curto, você pode planejar um pedido de empréstimo para adquirir as ferramentas e até uma consultoria nessa área.

A GYRA+ te ajuda a conseguir empréstimo online em até 72 horas. Acesse o site e nossa equipe vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, Conta Azul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores.

Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.