Como empreender e lucrar com produtos digitais?

Empresas 28 de Jul de 2022

O universo digital traz várias oportunidades para empreender online, seja por meio de marketing, afiliados, desenvolvimento, programação e-commerce e até mesmo com produtos digitais. Essas possibilidades podem ser exploradas por você, sem ter a necessidade de diplomas, graduações e especializações.

Isso porque, a tecnologia proporciona um início para a carreira, empresa e todos os tipos de negócios, mesmo com poucos recursos financeiros.

E é sobre isso que falaremos hoje, como você pode empreender e lucrar, pela internet, com esse formato este ano. Portanto, fique atento, preparamos 7 tipos de produtos digitais que potencializam a rentabilidade da  sua empresa. Vamos lá?

O que são produtos digitais?

Os produtos digitais também são conhecidos como infoprodutos e, como o nome já diz, são materiais produzidos em formato digital, sendo comercializados pela internet. Dessa forma, e-books, vídeos, músicas, aplicativos, sites, aulas e consultorias são exemplos de produtos vendidos digitalmente.

Neste cenário, é válido destacarmos o curso online, uma vez que ele representa, hoje, um  dos produtos de maior oferta e procura. Isso porque ele traz vantagens tanto para o usuário quanto para os empresários.

Do lado do público, o conhecimento é alcançável pelas plataformas digitais, prático e acessível.

E para donos desse infoproduto, a escalabilidade dos lucros é alta por possuírem um grande alcance, sendo possível assim, perpetuar um conteúdo por bastante tempo e assim, deixá-lo rendendo. Vantajoso não?

Portanto, os produtos digitais são um dos caminhos para quem deseja ingressar no comércio digital e pode ser mais fácil do que você imagina. E agora que já sabe o que são os produtos digitais, acompanhe os próximos tópicos e veja como você pode começar, com pouquíssimos passos, a lucrar com infoproduto.

Por que os produtos digitais valem a pena?

A criação e venda de produtos digitais teve seu auge nos últimos anos devido à facilidade de acesso a internet. Além disso, com a pandemia, tivemos um aumento na  procura por especialização e cursos online. Uma pesquisa feita pela ABED, Associação Brasileira de Educação a Distância, houve um crescimento de 50% nas matrículas de curso à distância com a covid-19.

Dessa forma, os conteúdos digitais são consumidos diariamente e possuem inúmeros benefícios por estarem online.

Além disso, são produtos de fácil construção que  necessitam de um baixo custo inicial e podem tornar-se escaláveis rapidamente. Isso quer dizer que um infoproduto pode ser comercializado por milhares de pessoas por meio de estratégias de divulgação, como tráfego orgânico e pago.

Como vender produtos digitais? Confira os principais tipos!

Antes de começar sua jornada de empreendedor na internet e aprender a vender um produto digital, que tal conhecer  os seus principais tipos e formatos? Vamos a eles!

1. Ebooks

Os Ebooks, ou livros digitais são um dos tipos de produtos digitais que servem tanto para começar a jornada de vendas online quanto para atrair leads qualificados para seu negócio. Na prática, o ebook mesmo quando comercializado de forma gratuita tem o objetivo de divulgação da sua empresa ou marca.

Assim, leads e prospectos entram na sua rede ao adquirir um ebook de algum assunto relevante ou que você tenha domínio sobre, sendo o início para conhecer seus demais trabalhos.

E a grande dica é sempre foque em conteúdos que você tenha facilidade para abordar, assim, o produto será rico e atrativo para o público.

2. Infográficos

Um produto pouco conhecido, mas que no nicho correto, pode ser bem empregado é o infográfico que serve para exemplificar ou contextualizar algum tema que necessite uma abordagem mais lúdica e prática.

Esse serviço é escalável, podendo ser direcionado para diversas etapas do funil de vendas e permite a criação de packs a serem utilizadas nos âmbitos digitais que podem ser editadas por quem o adquire.

Sendo assim, trata-se de uma boa oportunidade para começar no mercado de infoprodutos e captar clientes.

3. Clubes de assinatura

Os clubes de assinatura são uma ótima chance  para iniciar seu produto online, visto que há uma alta procura por esse canal. Esses clubes podem ser usados para agregar valor por meio de um grupo de estudos, serviços e materiais sobre determinado tema – de sua escolha.

Nessa modalidade o cliente escolhe um plano, onde, periodicamente recebe produtos ou serviços que ele escolhe ou é pré-selecionado. Os clubes de assinatura servem para a venda recorrente de materiais, mercadorias, itens ou serviços – como acontece por exemplo com revistas e jornais.

Portanto, nesse formato, você pode distribuir conteúdos relevantes para estudo, materiais exclusivos, amostra de produtos, serviços personalizados e ainda é possível divulgar seus demais produtos. Mas é válido ressaltar que deve sempre priorizar agregar valor com informações antes de tentar vender outros serviços.

4. Aplicativos e softwares

Os aplicativos e softwares são meios  interessantes e lucrativos que demandam de uma camada de complexidade a mais, visto que, para desenvolver um produto dessa escala, é necessário um conhecimento técnico mais aprofundado.

Nesse caso, é interessante desenvolver ferramentas que auxiliem um nicho ou problema específico. Por exemplo, pense nas plataformas de bancos digitais, todas essas ferramentas (bancos acessados por aplicativos e cartões sem vínculo de instituição financeira) deram certo pois resolvem problemas de bancos físicos com poucos passos por serem totalmente online.

Também é válido procurar profissionais, estudantes e entusiastas com conhecimento desenvolvedor ou programador. Caso não seja do seu interesse, a opção de marketing afiliado pode ser uma opção.

5. Consultorias online

As consultorias online são um ótimo exemplo de vender produtos digitais, esse tipo de mercado é procurado por indivíduos e até mesmo empreendedores que querem melhorar a performance individual ou empresarial.

Assim, se você possui um conhecimento específico em determinada área, já é possível criar um negócio digital com objetivo de prestar serviços em cima do seu know-how. E acredite, é um ramo lucrativo e muito procurado no mercado de empreendedorismo.

6. Podcasts

O podcast é um tipo de produto digital relativamente novo, apesar do seu formato ser conhecido, a categoria educacional cresce desenfreadamente. Isso quer dizer que muitas pessoas procuram esse meio para estudo e estão dispostas a pagar por acesso.

Mas não só isso, nesse serviço é possível se desenvolver em diversas áreas como produção de conteúdo, roteiro, edição e a própria publicidade dentro da mídia.

7. Cursos online

E por último, mas não menos importante, os cursos online são o carro chefe dos produtos digitais, isso porque, além de muito procurados pelos usuários, eles são um ótimo serviço para perpetuar vendas online. A educação a distância revolucionou esse mercado e hoje temos clientes dispostos a adquirir produtos de qualidade dos mais diversos nichos do mercado.

A dica principal para esse produto é escolher um tema ou assunto que você domine – assim como nos ebooks e infográficos – e criar um material de qualidade com pontos de destaque que você observa como ‘’falta’’ nos seus concorrentes. Entrando em detalhes nesse ponto específico, recomendamos esse vídeo que fala melhor sobre como criar um infoproduto (curso) do zero com 6 passos práticos:

E se precisar de um valor financeiro para alavancar seu produto ou negócio digital, a Gyra+ é uma empresa que facilita o crédito para seu negócio, tornando esse processo rápido, seguro e digital. Assim, você consegue iniciar, divulgar e lançar seu produto sem mais delongas. Confira!

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.