Quer saber como importar produtos para revender no Brasil? Conheça 7 dicas infalíveis, das compras às vendas

Mar 02, 2020

Você já pensou em como importar produtos para revender no Brasil?

Se você está pensando em ter um e-commerce, loja virtual ou uma página em um marketplace para revender produtos importados, veio conferir o artigo certo. 

Sabemos que abrir um negócio de vendas online pode ser um grande (e acertado) passo para um empreendedor, podendo ser muito rentável, devido aos altos preços das mercadorias no Brasil — e aos baixos preços dos importados. 

Contudo, é extremamente necessário fazer uma pesquisa completa, que te auxilie desde o plano estratégico da sua empresa, passando por todo processo de importação (que não necessariamente precisa ser um bicho de sete cabeças), até chegar nas tão esperadas vendas.

Neste artigo, listamos para você as 7 dicas infalíveis de como importar produtos para revender. 

Preparado?

Como importar produtos para revender no Brasil?

Muitos produtos importados são consideravelmente mais baratos que no Brasil, razão pela qual muitos empresários vêm buscando ideias de como importar mercadorias e abrir sua própria loja online.

O segredo está em uma boa estratégia de negócios, conhecer o mercado, as opções de importação, logística e, claro, de como efetivar suas vendas.

A seguir, daremos as sete melhores dicas sobre como importar produtos para revender em lojas online.

Defina seu público de interesse (e comece seu plano estratégico)

Ter um plano estratégico te ajudará a ter, além de uma vantagem competitiva perante a concorrência, os próximos passos mais claros, uma estrutura de negócio mais forte e eficaz. 

Começar definindo o seu público de interesse é fundamental. Depois, descubra quais são os produtos que o seu público demanda, e o nicho de mercado que a sua empresa deverá atuar.

Desta maneira, você poderá definir também, o mercado de importação que irá trabalhar, e de onde importará seus produtos. Ou seja, se você precisa de produtos de casa, por exemplo, provavelmente precise importar produtos da China. 

Não deixe de planejar também suas vendas e tudo que te auxiliará com o aumento do número de vendas, já que esse é o objetivo principal.

Procure os melhores fornecedores 

Uma vez que você definiu o país da qual os produtos serão importados, é essencial escolher os melhores fornecedores do mercado. Mas atenção, desconfie de ofertas muito baixas e pesquise sempre antes de fechar negócio.

Lembre-se de que, com cautela, você diminuirá a possibilidade de fraude, possíveis atrasos na entrega das mercadorias e outros contratempos.

Métodos de pagamento

Um dos maiores desafios para quem está comprando produtos importados para revender pode ser a escolha mais vantajosa do meio de pagamentos aos fornecedores. Essa dificuldade pode ocorrer devido a diferença entre as moedas dos países de exportação, valores do câmbio e de conversão. 

Em compras efetuadas com o cartão de crédito internacional, é válido lembrar que a taxa de conversão refere-se ao dia de fechamento da fatura, além de cobrar outras taxas, como IOF.

Mas cartões de crédito internacional não são o único meio de pagamento disponíveis, outras alternativas devem ser levadas em consideração, como: 

Por isso, verifique com o(s) seu(s) fornecedor(es) quais os métodos de pagamento são aceitos por eles, e faça suas contas!

Conheça as normas de importação 

É importante, conhecer as normas de importação, com base no país de origem das mercadorias. Vale também ficar atento às alterações da legislação ao longo do tempo, observar as condições de importação, e ter conhecimento de quais licenças são necessárias para que o seu teu negócio esteja sempre regulamentado.

Você sabia que a importação de mercadorias com valores acima de 50 dólares pode chegar a uma taxação de 60% do valor total do produto (incluindo o frete e seguro)? Isso mesmo, de acordo com o site da UOL Economia este imposto cobrado pela Polícia Federal serve para compras de produtos importados com custo de até 3 mil dólares.

Portanto é importante, além de conhecer bem as normas de importação, fazer o cálculo de custos e possíveis lucros. Assim, você pode ter certeza se vale a pena importar produtos para revender, podendo estruturar melhor seu planejamento. 

Defina seu estoque: qual é o melhor para o seu negócio?

Com os primeiros passos já definidos, e pronto para comprar os produtos importados para revender, é importante pensar no estoque das mercadorias. Veja abaixo os métodos mais comuns para estocar os produtos:

Dropshipping

O dropshipping, ou estoque na fonte, é uma forma de negociação online onde estão presentes: os fornecedores, vendedores e compradores.

O vendedor, que no caso seria a sua loja virtual, é o responsável por promover os produtos e efetivar a venda (sem reter o estoque). Portanto, neste caso, o responsável pela embalagem e envio dos produtos é o próprio fornecedor.

Importação direta

A importação direta caracteriza-se quando a empresa, através de sua Licença Radar (habilitação para a importação solicitada junto à Receita Federal), compra os produtos do fornecedor antecipadamente e armazena o estoque em um local próprio, já em território nacional.

Trading

As empresas de trading oferecem o serviço de intermediação das importações dos produtos cobrando uma comissão. Além de cuidar do estoque, essas empresas podem auxiliar com documentação, processos e logística.

Apesar de possuírem por vezes, um custo mais elevado, podem ser uma boa opção para quem é novo no mercado, e ainda precisa de um processo mais ágil e instruído.

Importa Fácil 

O Importa Fácil é uma modalidade de serviços oferecida pelos Correios que visa simplificar o processo de importação de pequeno à médio porte (limite do valor das compras deve ser de até 3 mil dólares). É simples, basta você solicitar que seu fornecedor entregue a mercadoria diretamente nos Correios do Brasil, e eles ficarão encarregados das entregas em território nacional.

Estrutura organizacional: prepare-se para as vendas

Outra parte importante da logística é definir antecipadamente os processos que envolvem as vendas — e que são de suma importância para que elas aconteçam e, claro, de forma legalizada e suprindo as necessidades dos clientes.

Notas fiscais 

Ao trabalhar com vendas online é importante estruturar a emissão de notas fiscais adequadas (inclua sempre o CNPJ da sua empresa), isso serve tanto para os fornecedores, na moeda de compra, quanto para os clientes, com o valor total da venda e CPF do responsável.

Método de pagamento 

Já pensou quais formas de pagamento irá oferecer aos seus clientes? Cartões de crédito, boleto bancário, gateways?

Se deseja efetuar suas vendas através de um marketplace, verifique quais são as opções disponibilizadas por cada um deles, afinal, tudo que facilitar a experiência do usuário, pode ser determinante para aumentar o número de suas vendas!

Venda

Agora que você já tem as melhores dicas, e já sabe como importar produtos para revender no Brasil, chegou a hora de focar nas tão esperadas vendas, afinal, sem elas não existe negócio

Para que suas vendas acontecem como o planejado (lá atrás no plano estratégico), tenha claro os processos que envolverá a jornada de compra completa, como:

  • Investimentos com Marketing
  • Análise da concorrência
  • Análise de preço e margem de lucro
  • Acompanhamento de satisfação do cliente pós venda

Gostou das dicas e ideias, e agora quer investir na sua própria loja virtual ou ampliar as operações de uma loja já existente?

Consulte as condições de financiamentos da Gyra+ feitas especialmente para que empreendedores digitais possam ampliar o volume de suas vendas, e claro, o potencial do seu negócio.

E se você também busca financiamento de crédito para investir em melhorias e fazer sua loja crescer, consulte as condições de financiamentos que a Gyra+ oferece para empreendedores digitais atingirem todo o potencial do seu negócio.

Consulte as condições de financiamentos que a Gyra+ oferece para empreendedores digitais atingirem todo o potencial do seu negócio.

Em três passos simples você pode ter aquela grana que precisa para investir mais no seu negócio:

  • Indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • Conecte sua conta do Mercado Livre, Pagseguro, Bling ou Skyhub;
  • A análise será realizada e, se aprovada, o dinheiro cai em até 72h na sua conta.

Faça uma avaliação no simulador de financiamento para empresas e descubra o crédito que cabe no seu negócio.

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.