5 dicas práticas de como começar um novo negócio mesmo com pouco dinheiro!

Gestão 17 de Mai de 2021

Você sempre teve o sonho de ter seu próprio negócio? Ficou desempregado e vê no empreendedorismo uma forma de ganhar dinheiro? Independente da razão, se você está considerando empreender, você chegou no lugar certo! Neste artigo listamos 5 dicas de como começar um novo negócio, mesmo com pouco dinheiro. Acompanhe!

O Brasil é um dos países com a população mais empreendedora do mundo, 59% dos brasileiros se imaginam iniciando um negócio.

Entretanto, infelizmente, também é bastante comum que as novas empresas fechem em um ou dois anos, e o grande causador disso é a falta de planejamento - e a falta de dinheiro.

Mesmo que pareça muito complexo planejar a abertura de uma empresa, não é! Basta colocar os pés no chão e organizar algumas informações importantes. E claro, sempre que possível, considerar formas de reduzir gastos.

Iniciar um negócio, não exige apenas investimento inicial, mas também capital de giro para que a operação da empresa possa funcionar.

Logo, se você reduz os custos fixos da empresa e reduz o custo inicial da abertura do negócio, você tem mais oportunidades de sucesso a curto, médio e longo prazo.

Isso sem contar que, para muitos empreendedores, o capital inicial, ou seja, o capital de abertura, é pouco - ou quase nada!

A boa notícia é que é possível sim aprender como começar um novo negócio com pouco dinheiro, e com chances de ter excelentes resultados.

A seguir, algumas dicas de como abrir uma empresa com pouco investimento. Lápis e papel na mão!

Como começar um novo negócio

Afinal, como começar um novo negócio? A seguir, listamos cinco dicas práticas:

1. Registre-se como MEI

2. Considere iniciar um negócio online

3. Aprenda sobre dropshipping

4. Invista em marketing digital

5. Busque por um empréstimo com juros baixos

1. Registre-se como MEI

No Brasil o número de negócios sem registro vem diminuindo desde a implementação do MEI, uma modalidade voltada para o Microempreendedor Individual.

Com cadastro gratuito e uma mensalidade de, em média, R$ 50, você tem acesso a muitos benefícios como:

  • auxílio-doença,
  • direito a aposentadoria por idade,
  • salário-maternidade,
  • pensão por morte,
  • auxílio-reclusão.

O MEI te dá um CNPJ, permite que você registre até um funcionário, não exige a contratação de um contador e permite a realização de declaração de renda da empresa simplificada.

Também é possível emitir nota fiscal e aproveitar os empréstimos voltados para esse tipo de empreendedor.

Acesse o Portal do Empreendedor, siga o passo a passo e faça seu cadastro gratuitamente para obter seu CNPJ.

O MEI só pode faturar até R$81.000 por ano e apenas algumas atividades econômicas permitem que você se enquadre no modelo. Confira a lista de ocupações permitidas e tente se enquadrar em uma delas.

Talvez você não saiba, mas impostos e tributos são grandes custos que a empresa tem e podem ser prejudiciais a negócios que estão começando com pouco capital.

Por isso, o MEI é a saída ideal para se formalizar e controlar os gastos com essa área.

2. Considere iniciar um negócio online

Segundo pesquisa, o e-commerce no Brasil cresceu 73,88% em 2020. Outro estudo apresenta que 7,3 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra online durante o primeiro semestre de 2020.

Dados como esses são animadores para empreendedores que desejam aprender como começar um novo negócio.

Além de um amplo crescimento do mercado digital, o que é ótimo para novas empresas que ingressam nesses canais, trabalhar com vendas online é uma possibilidade de reduzir os custos fixos e iniciais de uma empresa.

Custos como aluguel de sala ou loja e reforma não existem. É possível iniciar um negócio online dentro de casa, sem a necessidade de gastar também com transporte, por exemplo.

É possível buscar por plataformas que oferecem a criação de sites gratuitos, como é o caso do WordPress. Para ter seu domínio próprio “.com.br”, o custo é em torno de R$40 por ano!

Se gostou da ideia, aproveite para ler também nosso artigo, “10 estratégias de vendas de produto online”.

3. Aprenda sobre dropshipping

Como vimos acima, as vendas online são excelentes oportunidades para quem está em busca de como começar um negócio com baixo custo.

Entretanto, se você está pensando em montar um e-commerce, deve considerar o estoque, que também pode representar um alto investimento para quem tem pouco dinheiro.

Mas, não desanime, é possível vender online sem estoque, e uma das formas de fazer isso é por meio do dropshipping.  

Dentro desse modelo de negócios, quando uma loja virtual faz uma venda, o lojista encaminha o pedido para o fornecedor, separa e envia os produtos para o cliente. O seu lucro, como lojista intermediador, é a diferença entre o valor que o fornecedor cobra e o valor que você vende o item.

Ficou interessado e curioso? Para entender melhor como funciona o dropshipping confira o vídeo abaixo.

4. Invista em marketing digital

Criar um negócio é o primeiro passo, mas criar estratégias de marketing para vender mais é indispensável para alcançar seus consumidores e clientes, afinal, foi para isso que você iniciou uma empresa.

Entre as ações de marketing com baixo custo de investimento e com alto poder de retorno estão:

  • redes sociais, como Facebook, Instagram Youtube e LinkedIn,
  • parcerias com influenciadores digitais locais para divulgarem seus produtos e serviços,
  • marketing de conteúdo, a partir da criação de um blog, por exemplo, com conteúdos relevantes para o público alvo da sua empresa,
  • investimento em SEO para e-commerce ou outro tipo de negócio, que é a estratégia de ranqueamento orgânico no Google, ou seja, ao seguir algumas premissas dessa estratégia as páginas do site da sua empresa podem ocupar as primeiras posições do Google, sem que você precise pagar nada por isso,
  • envio de e-mail marketing para os clientes e potenciais clientes e mais.

Além dessas ações gratuitas, também é interessante considerar investir em anúncios pagos para um retorno mais imediato.

Leia também: Como conseguir clientes pela internet em 7 passos simples

5. Busque por um empréstimo com juros baixos

Mesmo seguindo as dicas de como começar um novo negócio com pouco dinheiro, talvez você precise de um aporte inicial para investir em marketing, estoque, contratar alguém para trabalhar com você ou mesmo organizar melhor seu negócio.

Uma dúvida muito comum é: onde posso conseguir um empréstimo fácil e com juros mais baixos?

Muita gente ainda se pergunta se o empréstimo online é seguro. A resposta é sim, mas é preciso saber onde você está indo buscar esse aporte financeiro.

A GYRA+ é uma plataforma segura que já contribuiu para o crescimento de muitos empreendedores digitais. Nossa plataforma te ajuda a conseguir um empréstimo online em até 24 horas. Acesse o site da GYRA+, faça uma simulação e converse com nossa equipe que vai trabalhar para aprovar um empréstimo para seu negócio.

Não se esqueça que se você for usuário de plataformas como Mercado Livre, Mercado Pago, SkyHub (B2W), Pagseguro, PayPal, Pagar.me, ContaAzul, Rede, Getnet, Cielo, Stone, Bling! ou Wirecard, suas chances de conseguir o empréstimo são maiores.

Saiba mais sobre as integrações da GYRA+.

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.