Como calcular o prazo médio de estocagem e evitar que o produto fique parado? [com fórmula]

Estoque 5 de Fev de 2019

Algumas empresas confundem como calcular o prazo médio de estocagem com o cálculo de giro de estoque.

Entretanto, existem grandes diferenças entre seus conceitos, fórmulas e usos:

  • a fórmula do prazo médio de estocagem é a medida do número de vezes que o estoque é vendido ou usado em um período de tempo;
  • o cálculo de giro de estoque determina o tempo médio entre o momento em que você compra um produto e quando ele é vendido.

Então se você deseja saber o número de vezes que seu estoque gira, sugerimos que leia o artigo;Como calcular o giro de estoque: fórmulas + exemplo prático”.

Agora, se você realmente deseja conhecer a fórmula do prazo médio de estocagem, chegou ao lugar certo.

Como calcular o prazo médio de estocagem?

O prazo médio de estocagem determina o tempo médio que um produto fica parado em seu estoque, desde sua entrada no inventário até a venda.

Para realizar esse acompanhamento existe uma fórmula:

Prazo Médio de Estocagem (PME) = (Estoque Médio / Custo da Mercadoria Vendida)

x 360

Estoque médio

Vamos imaginar que em 2017 você tenha estocado 500 smartphones e em 2018 tenha armazenado 800 unidades. Assim, o estoque médio será:

Estoque médio = 500 + 800/2

Estoque médio = 650

Custo da mercadoria vendida

Já o custo da mercadoria vendida diz respeito ao valor do produto que foi comercializado pela empresa. Também é considerado um período de tempo para o cálculo.

Se a empresa tiver um custo de mercadorias equivalente a R$ 100.000, a fórmula de como calcular o prazo médio de estocagem ficaria:

PME = (650/100.000) X 360

PME = 2,34

O cálculo nos mostra, então, que a mercadoria em questão fica parada em média 2,34 dias no estoque.

Uma vez que produto parado em estoque é capital estagnado, devemos garantir que o prazo médio de estocagem seja o mais curto possível. Para isso é fundamental aplicar algumas técnicas de controle de estoque, como:

  • FIFO
  • Análise ABC
  • Just In Time e mais.

Além de aprender como calcular o prazo médio de estocagem, você aprenda como fazer um bom controle de estoque e desenvolva técnicas de como organizar seu estoque de maneira a aumentar sua eficiência de gerenciamento.

A tecnologia pode te ajudar com essas missões, e para isso indicamos que leia o artigo; “7 ferramentas para controle de estoque que todas as empresas deveriam usar”.

Use prazo médio de estocagem como indicador de gestão

O prazo médio de estocagem, assim como o giro de estoque, é usado para medir a eficiência do gerenciamento de estoque de uma empresa e pode ser entendido como um dos indicadores de controle de estoque da empresa.

Em geral, quando você aprende como calcular o prazo médio de estocagem, começa a perceber que, um valor mais alto de PME indica pior desempenho e um valor menor significa eficiência no controle dos níveis de estoque.

Um prazo médio de estocagem extremamente alto pode ser causado por:

Já o prazo médio de estocagem baixo pode apontar para bons volumes de vendas ou compras ineficazes.

O indicador de prazo médio de estocagem indica:

  • que suas mercadorias estão “girando”;
  • que seu capital está em circulação, a favor do seu negócio;
  • mostra se a empresa está gastando demais com estoque;
  • indica se há ou não desperdício de recursos com armazenando;
  • se os produtos vendidos estão de acordo com a demanda da empresa.

Também mostra que a organização pode efetivamente vender o estoque que compra e reabastecer o capital de giro.

Se seu produto sai muito rápido, você corre o risco de não conseguir repor seu estoque a tempo, o que pode levar a uma perda de vendas e negócios.

Para encontrar o equilíbrio, sugerimos que leia as sugestões presentes no artigo;Dicas para controle de estoque: 5 técnicas de sucesso”.

Benefícios de diminuir o prazo médio de estocagem

Entre os objetivos de reduzir o prazo médio de estocagem podemos citar:

  • redução do custo de manutenção de estoque, com aluguel de depósito e seguro contra roubos e incêndio;
  • ampliação da capacidade de responder às mudanças nas demandas dos clientes;
  • rápida substituição de itens obsoletos;
  • aumento do lucro líquido;
  • estabilidade no capital de giro da empresa e mais.

Não sabe a diferença entre lucro líquido e bruto? Clique no vídeo e aprenda mais sobre a contabilidade de seu negócio.

Agora que você compreendeu como calcular o prazo médio de estocagem saberá fazer um acompanhamento mais eficaz de vendas, para poder investir nas mercadorias certas e no momento certo.

Se você está em busca de estratégias de gestão eficientes, quer ampliar seu negócio e sua capacidade de venda, conheça o sistema de financiamento online da GYRA+.

Somos uma plataforma que oferece uma linha de crédito sem complicações, 100% segura e com taxas acessíveis.

Em três passos simples você pode ter aquela grana que precisa para investir mais no seu negócio:

  • indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • conecte sua conta do Mercado Livre;
  • análise realizada e, se aprovado, dinheiro em até 72h na sua conta.

Faça uma avaliação no simulador de empréstimo empresarial e descubra o crédito que cabe no seu negócio.

Ainda em dúvida? Leia o artigo; “Quando fazer um empréstimo: 4 motivos em que o crédito é a opção certa”.

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.