Conheça cinco modelos de precificação fundamentais para ser bem-sucedido

Empresas 21 de Mai de 2022

Precificar um produto é extremamente relevante no mercado, uma vez que não há como alinhar a estratégia de uma empresa sem incluir um valor, no mínimo, considerável. É por isso que os modelos de precificação são fundamentais para alavancar os negócios.

Decidir por um modelo de precificação requer estudo e, principalmente, consenso entre os setores da empresa. Essa é uma parte que deve ser estruturada, afinal, um cliente satisfeito é aquele que compra algo pela qualidade, afeto, interesse e, inclusive, pelo preço que representa o produto.

Pensando nisso, ao longo deste artigo vamos explorar cinco modelos de precificação. São eles:

  • Precificação competitiva;
  • Freemium;
  • Skimming;
  • Preço de custo acrescido;
  • Preço de penetração.

Assim você terá um conhecimento mais aprofundado sobre cada um e saberá escolher qual é o mais apropriado para o seu negócio.

O que é estratégia de precificação?

Estratégia de precificação é o ato de atribuir o preço de venda de produtos e serviços. Ao equilibrar os preços que  atendam as expectativas dos clientes,  é possível cobrir os gastos e manter uma empresa aberta.

Apesar da importância da definição de preço e de valor, para que as estratégias de precificação funcionem, é preciso considerar que o preço cobrado pelos produtos e serviços banque os custos e gere valor para os sócios, ao mesmo tempo, mantenha o padrão da concorrência e o posicionamento da marca.

Somente desse jeito a empresa preservará sua saúde financeira.

Quais são os principais modelos de precificação?

1. Precificação competitiva

A precificação baseada na concorrência é um modelo simples e prático feito a partir da análise dos preços utilizados pelas empresas de mesmo segmento.

Embora seja um método de baixo risco, a precificação competitiva é rasa, ou seja, sem estudos aprofundados, o que pode gerar perdas de oportunidades e riscos financeiros.

Por isso, mesmo que olhar o preço dos concorrentes ajude a construir uma percepção sobre como avaliar da própria empresa, é fundamental construir uma base enriquecedora com o auxílio de outros modelos de precificação que atribuam informações mais complexas e eficazes.

2. Freemium

Freemium é uma estratégia muito usada no mercado digital, principalmente por empresas que vendem vários tipos de assinatura. Neste caso, a Netflix, Globoplay, Spotify, HBO, por exemplo, são exemplos de que agem desse modo.

Em suma, uma conta Freemium é aquela que une a gratuidade (“free”) com o pago (“premium”). Ela oferece produtos gratuitamente durante um período e instiga o consumidor a assiná-lo de forma paga recebendo benefícios adicionais que não estão contemplados no modo free.

Essa é uma estratégia eficaz que tem gerado resultados bastante satisfatórios.

3. Skimming

O modelo skimming é aquele que provoca descontentamento por parte dos consumidores, mas satisfação de outros.

A regra do skimming é aumentar o preço de um produto durante o seu lançamento e baixá-lo conforme a demanda e o valor para os clientes.

Essa é uma estratégia geralmente usada por empresas de tecnologia com a venda de notebooks, smartphones, entre outros aparelhos e peças. Como são produtos cujos modelos inovam frequentemente, é muito comum sair das prateleiras durante a venda para clientes fiéis, como em período sequentes quando já estão obsoletos.

4. Preço de custo acrescido

Também conhecido como Markup, o preço de custo acelerado é um modelo clássico e de fácil resolução. Ele é baseado no custo total para produção e na porcentagem adicional que deseja ganhar em cima da unidade.

Exemplificando, supomos que você fabrique anéis e o custo de cada um é de R$100, no entanto, sua margem de lucro pretendida é de 30%. Sendo assim, o preço final de cada anel seria de R$130, ok?

Essa é uma tática que funciona perfeitamente para produtos físicos, já que a operação dos custos são mais claros e rápidos de serem executados.

5. Preço de penetração

No preço de penetração, as empresas oferecem produtos ou serviços com preços abaixo dos concorrentes para atrair novos clientes, um formato utilizado por marcas desconhecidas que desejam se fortalecer no mercado.

É muito comum organizações que começam a vender produtos com descontos altíssimos e, ao longo do tempo, diminuem os descontos, porém, aumentam sua variedade de produtos e lucratividade.

Vale frisar que essa é uma estratégia de preço arriscada, já que pode gerar em prejuízo, principalmente se não há uma reserva financeira. Por outro lado, conforme o sucesso, o lucro será recuperado com o equilíbrio do preço do produto.

A importância dos modelos de precificação

Os modelos de precificação são importantíssimos para a evolução de uma empresa e para a diminuição de prejuízos financeiros.

Com um mercado concorrido, é necessário saber precificar os produtos, de forma que conquiste os clientes com preços sólidos, claros, nada muito além do que se encontra no mercado para não gerar dúvidas ou receio de compras.

Por isso, escolha um ou mais modelos de precificação de acordo com o estilo da sua empresa, por aqui exemplificamos em quais estratégias cabem melhor uso, agora é com você.

Se quiser ficar por dentro de mais conteúdos de gestão e finanças para sua empresa, continue acompanhando o blog da Gyra+.

A GYRA+ tem planos de empréstimos ideais para o seu negócio digital. Aqui você consegue o aporte financeiro necessário para alavancar seu negócio. Você faz a solicitação do valor desejado e recebe capital de giro em até 24 HORAS, sem burocracias, sem garantias e com as melhores taxas do mercado.

Solicite uma proposta!

Marcadores

GYRA+

Somos uma fintech de crédito que chegou para simplificar a vida do empresário digital. Empréstimo rápido, simples e inteligente.

Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Ótimo! Agora, complete o checkout para ter o acesso completo.
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está completamente ativada, agora você tem acesso completo ao conteúdo.